Sendo o país com a maior população de católicos do mundo, o Brasil possui uma forte tradição em relação ao batizado. Para a visão católica, o batismo representa, por meio da benção do padre, a entrada para a igreja e para a vida cristã.

Por isso, a cerimônia é geralmente realizada durante a infância. Com toda essa simbologia, não é ao acaso que a escolha da roupa para batizado também tenha adquirido significados especiais durante o tempo, não é mesmo?

Explicaremos aqui 4 das tradições mais famosas da roupa para batizado da criança e os seus significados. Vamos conhecê-las?

1. O costume da cor branca

A cor branca representa pureza e, por isso, é usada em diversas cerimônias religiosas. No batismo, apesar de não ser obrigatória, também é a cor principal. Os padres dizem que o traje branco representa a vida nova que a criança recebeu e, por isso, é o preferido para o evento. No entanto, algumas mães preferem fugir um pouco do clássico e buscam pelos tons em Off White, o que fica muito elegante!

2. O presente carinhoso dos padrinhos

Os padrinhos são como “pais da fé” no batismo, ou seja, são aquelas pessoas responsáveis por incentivar a vida cristã e possuem um papel especial durante a vida. Por isso, são escolhidos pelos pais com muito cuidado e carinho. Junto com a escolha, também vem o costume de os padrinhos se oferecerem para dar de presente a vestimenta para o batizado.

Presentear não é regra, principalmente se a roupa for herança da família. Mas se for o caso, é importante ficar atento à abertura frontal da peça, pois ela garante o acesso fácil ao peito da criança no momento da unção.

3. A herança familiar da roupa para batizado

É bastante comum o vestuário do batismo ser passado de geração para geração e fazer parte da história familiar. Essa é uma tradição muito especial, uma vez que a peça é compartilhada por todos os bebês da família ao longo do tempo.

Nesses casos, padrinhos, não se esqueçam de perguntar à família antes de decidir dar a roupa de presente. Caso ainda não exista essa herança familiar, mas você gostou da ideia, você pode começá-la. Basta guardar a peça usada e cuidar bem dela para que dure por muitas gerações.

Para a manutenção, é importante seguir algumas dicas de lavagem para impedir que a peça seja danificada, como também se deve guardá-la em uma fronha azul para evitar o amarelamento.

4. A tradição do Mandrião

Por ser a peça mais tradicional, o Mandrião é a roupa usualmente passada como herança de família. A peça é um vestido versátil para batizado que pode ser usada por meninos ou meninas a partir dos três meses até o primeiro ano de idade.

Lembre-se que o uso do Mandrião também não é regra e você pode optar por outras opções como roupas sociais, talvez um vestido branco para as meninas e uma blusa com calça branca para os meninos.

5. O conforto do tecido

É muito cuidadoso e atencioso pensar no tecido da peça, uma vez que o conforto da criança em seu batizado é muito importante. Imagina só um bebê, com a sua pele delicada, ficar por um longo período com uma peça de tecido pesado! Ele teria a pele irritada e choraria durante toda a cerimônia.

Assim, pais ou padrinhos, ao escolher a peça lembrem-se do bem-estar das crianças! Existem tecidos mais comuns para confecção de vestuário infantil, que geralmente são derivados do algodão e são mais leves. Não se esqueça também de averiguar se o tecido escolhido não causa alergia. Caso tenha dúvidas busque por dicas de como escolhê-lo.

Com todos esses detalhes, deu para notar que dentre as diversas tradições do batizado a roupa é uma das mais importantes, não é mesmo? Você vai ver que conhecer esses significados torna o momento mais especial e ainda vai ser mais fácil escolher a roupa para batizado seguindo o estilo e a preferência da família.

Gostou de conhecer mais sobre os significados da roupa para batizado? Então, siga-nos no Facebook e no Instagram e fique por dentro das nossas novidades!