As crianças possuem um instinto natural movido pela curiosidade, afinal, a maioria das coisas do mundo são novidades para elas. Por outro lado, isso também faz com que elas se entediem facilmente. Pensando nisso, os pais têm buscado reviver brincadeiras antigas para proporcionar mais diversão nos momentos de lazer, além de oferecer uma alternativa aos entretenimentos tecnológicos e virtuais.

Quer conhecê-las? No post de hoje separamos 6 brincadeiras antigas que vão capturar a atenção dos pequenos.Confira!

1. Amarelinha

A amarelinha é um dos jogos infantis mais conhecidos para o ar livre. Basta ter um giz que a brincadeira começa: quadrados numerados são desenhados pelo chão, enfileirados ou lado a lado, como se fosse um tabuleiro gigante. Da marca “Início”, os participantes jogam uma pedrinha em um quadrado numerado e fazem todo o trajeto — ida e volta —, pulando com apenas uma perna, sem pisar no quadrado com a pedrinha.

Além de toda a diversão, a amarelinha também é uma excelente escolha para trabalhar a coordenação motora e o equilíbrio.

2. Passa-anel

Na brincadeira de passar o anel, as crianças formam uma roda e ficam com as mãos unidas, palma com palma. Enquanto isso, o escolhido para ficar com o anel esconde a peça entre as mãos e vai passando pela roda, fingindo entregá-lo aos demais. No final, a criança escolhe um membro da roda para adivinhar com quem está o anel e ele precisa acertar. Se acertar, ele será o novo detentor do anel para passá-lo adiante.

3. Rouba-bandeira

Como uma partida de queimada, os integrantes são divididos em dois grupos e cada equipe recebe uma bandeira. O objetivo dos dois times é roubar a bandeira do adversário, que fica protegida no fundo. Se a pessoa for tocada no meio do campo, ela fica congelada até um integrante de sua equipe tocá-la novamente.

Como o rouba-bandeira envolve atividade física intensa, é importante ficar atento ao conforto da criança no calor. Por isso, escolha tecidos e peças infantis favoráveis à prática esportiva!

4. Esconde-esconde

Existem muitas variações do jogo, mas o objetivo principal do Esconde-esconde é se esconder para que um dos participantes o procure. O participante escolhido para fazer a busca fica de olhos fechados em um local marcado e tem que contar até um número acordado pelos participantes, antes de começar a caça. Depois que a busca começar, as outras crianças podem sair do esconderijo, correr até o local marcado e gritar “1, 2, 3 estou salvo”. Se elas fizerem isso antes de serem encontradas, elas ganham.

Uma das variações da brincadeira é fazer o jogo com as luzes apagadas, mas fique atento à segurança das crianças menores.

5. Telefone sem fio

Para brincar de Telefone sem fio, as crianças sentam em roda ou fileira e escolhem uma pessoa para começar. A pessoa escolhida precisa dizer uma frase para o próximo colega, em seu ouvido, sem que o restante do grupo ouça. A informação vai passando de um a um até chegar no último, que precisa dizer em voz alta o que ele escutou.

Para enriquecer a brincadeira, pegue dois copos de plástico  ou duas latas , enfeite e junte-os com um cordão, representando uma linha de telefone com dois lados. É uma excelente ideia para as festas infantis!

6. Faz de conta

O Faz de conta, além de entreter muito os pequenos, também é um momento de aprendizagem para a criança. Brincando de faz de conta, a criança simula diferentes situações sociais, o que induz ao desenvolvimento de habilidades importantes para a vida e a assimilação dos valores sociais. É a brincadeira favorita das crianças entre três e sete anos, mas os adultos também podem se divertir muito brincando.

Para tornar tudo mais interessante, traga fantasias para o jogo. Dá para fazer uma fantasia do zero usando poucos recursos, ou então invista em roupas com os personagens favoritos das crianças. Isso vai estimular a imaginação e a criatividade delas.

Agora que você conhece mais sobre as brincadeiras antigas, os momentos em família não serão mais os mesmos. Por isso, lembre-se das nossas dicas e divirta-se muito com os pequenos!

Gostou das nossas dicas? Comente abaixo contando como foram as brincadeiras testadas com as crianças!