Chegou o mês de junho e com ele a tradição de pular fogueira, dançar quadrilha, comer delícias típicas e celebrar o nascimento de três importantes santos para a Igreja Católica: São João Batista, Santo Antônio e São Pedro. Mas será que é só isso?

Embora cada vez mais as festividades tradicionais dessa época estejam sendo suprimidas nas escolas, é fato que existe uma grande importância da festa junina na educação e que ela pode e precisa ser mais bem explorada.

Quer entender melhor essa relação? Continue a leitura!

Qual a importância da festa junina na educação?

Para que a celebração seja relevante às crianças, é essencial que ela esteja vinculada ao conteúdo visto em sala de aula e ajude na formação completa do estudante, ajudando a compreender as suas raízes culturais e o folclore nacional.

Nesse sentido, podemos dizer que a festa junina pode trazer vários benefícios educacionais, como:

Compreensão e valorização da cultura nacional

As festas juninas do interior de São Paulo e de Campina Grande (PB) e Caruaru (PE), por exemplo, são totalmente distintas. Embora elas tenham a mesma origem e tenham sido influenciadas pela vinda dos portugueses, cada parte do país adaptou as celebrações para a sua realidade, incluindo itens culturais próprios.

No nordeste, a tradição do forró é muito forte, além da presença de outros traços culturais como a literatura de cordel e os bonecos mamulengos. Já no interior de São Paulo, a celebração relacionada à colheita e à vida no campo é mais presente.

Usar essas diferenças culturais durante a realização e a organização da festa junina ajuda as crianças a compreenderem a vastidão e a riqueza do nosso país, aprendendo a respeitar as diferenças e a valorizar as suas origens.

Entendimento dos fatos históricos envolvidos

Mesmo a festa junina acontecendo todos os anos, muitas crianças não sabem a sua origem e nem mesmo que ela não é, genuinamente, uma criação brasileira.

Este pode ser um ótimo momento para explorar um pouco da história relacionada às festas juninas que originalmente eram chamadas de festas “joaninas” (em celebração a São João Batista) e que foram trazidas até nós pelos portugueses.

Muitos temas podem ser abordados, como a influência da Igreja na cultura portuguesa e, posteriormente, na nossa própria, a mescla e a reapropriação e ressignificação de traços da cultura portuguesa na criação da cultura brasileira e, claro, a reapropriação da Igreja Católica dos ritos pagãos (já que as festas joaninas, antigamente, eram realizadas pelos pagãos no período de solstícios comemorando a colheita).

Resgate da tradição oral

Como eram as festas juninas há 20, 30, 50 anos? O que foi modificado? O quanto essa era uma celebração importante para os antigos?

Fazer esse resgate da tradição com as crianças é um exercício muito bacana e que ajuda na compreensão das modificações pelas quais nossa sociedade acaba passando periodicamente.

Os alunos podem ser convidados a conversar com os pais, tios, avós e outros para explorar as festas juninas de antigamente e compreender a importância que essa celebração tinha em datas passadas.

Realça o motivo de cada tradição

Por que as bandeirinhas fazem parte das festas juninas? Qual o significado da fogueira? Cada um desses itens possui uma explicação relacionada ao folclore e às tradições do nosso povo e explorar esse assunto ajuda a criar uma relação de identidade e de pertencimento às crianças.

Quanto mais se conhece sobre suas tradições e origens, maior é o respeito e a valorização. Por isso é tão importante mostrar às crianças o significado de cada uma das tradições culturais das festas juninas.

Integra às crianças a comunidade

Além de todo o caráter cultural que as festas juninas possuem, elas ainda podem ser ótimas ferramentas para unir estudantes e comunidade em prol de um objetivo comum.

Pais e sociedade envolvidos na escola ajudam a melhorar a educação como um todo e, por isso, quanto mais eventos que permitam essa integração e essa troca de conhecimentos, melhor.

Além disso, as festas juninas ainda permitem o desenvolvimento de outras qualidades nas crianças, como organização, superação da timidez, envolvimento, cooperativismo etc.

Gostou de saber mais sobre a importância da festa junina na educação? Ainda tem alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário para a gente!