Entre tantos preparativos que a chegada de um filho envolve, não poderíamos deixar de falar de um deles: o carrinho de bebê. Embora essa seja uma necessidade e os pais sempre acabem comprando um, muitos ficam perdidos na hora de escolher.

Para não errar e saber o que considerar nesse momento, nada melhor que estar devidamente informado e instruído, concorda? Pensando nisso, criamos uma postagem completa sobre pontos que você deve considerar antes de fechar a compra. Vamos lá?

Considere a praticidade

Esse está entre os pontos mais importantes que poderíamos elencar em qualquer postagem sobre carrinho de bebê. Pense que você vai precisar levá-lo para vários lugares, então é bom considerar se ele é prático e funcional para o seu dia a dia.

Veja se o modelo que você escolheu cabe no porta-malas do carro, se é dobrável, se fecha com facilidade e outros pontos que considerar importantes. Se ele não passar nesse pré-requisito, é bom não comprar, ou, ao menos, reconsiderar. Pense que vai ter que ficar lidando com um carrinho difícil de ser transportado.

Então, quando ainda estiver na loja, aproveite para testar. Avalie como ele abre, fecha, se é confortável e se ele se encaixaria bem na sua rotina.

Analise questões de segurança

O carrinho de bebê é um meio de transporte para uma das coisas mais valiosas que você tem: seu filho. Portanto, nada mais natural que querer que ele seja seguro, não é mesmo?

Confira se o modelo tem cinto de segurança para os bebês (um item obrigatório hoje), veja se ele é fácil de ser colocado ou se também demanda muito tempo e esforço dos pais.

Depois que passou desse primeiro ponto, cheque ainda se o modelo tem freios na roda traseira e travas nas rodas giratórias, pois esses são pontos igualmente importantes e que devem ser considerados.

Para fechar o quesito segurança, analise também a parte de cima do carrinho e veja se ela protege seu filho contra a incidência de raios solares. Por incrível que pareça, não é qualquer tecido que consegue fazer isso, então é bom se atentar.

Veja questões de tamanho do bebê

A idade do seu pequeno também interfere diretamente nesse ponto, já que ele apresenta necessidades diferentes conforme vai crescendo. Quando ainda é bem pequenininho, até os 3 meses, eles dormem boa parte do tempo.

Isso significa que o carrinho deve ser bem confortável e com opções de regulagens. Como não conseguem ficar sentados, é bom que a cadeirinha recline aproximadamente 180º, pois isso ajuda muito.

Depois desse período inicial, os carrinhos de passeio entram para valer no dia a dia do bebê. Nesse momento, você pode apostar em uma opção menor, mais prático e leve, pois vai usar muito. Ou você pode escolher também por um modelo que resolva tudo isso.

Já existem disponíveis carrinhos com três tipos de cadeirinha, oferecendo o serviço completo e deixando para trás aquela necessidade de trocar de modelo. Eles têm o Moisés (usado para recém-nascidos), seguem com o bebê conforto (que vai até mais ou menos 1 ano) e têm ainda aquela base normal — que é usada até o terceiro ano do seu bebê.

Pondere sobre cor e higienização

Você também vai precisar escolher uma cor para o carrinho, então é bom pegar aquelas que camuflam melhor a sujeira, como o azul-escuro ou preto. Pense que seu pequeno vai ficar lá grande parte do dia, então é natural que fique um pouco sujo — por mais que você limpe.

Além disso, considere também as questões de higienização. É muito importante que o carrinho de bebê facilite a lavagem e a limpeza. Alguns contam até com materiais inteligentes: uma medida simples, mas que facilita muito a higienização. Para você ter uma melhor noção, tudo que precisa é de um pano úmido com detergente neutro nesses casos.

Por outro lado, alguns tipos de panos podem ser consideravelmente mais complicados. Eles podem facilitar o acúmulo de pó e manchas, o que não é nada bom, principalmente tratando-se de um bebê.

Pense no conforto do carrinho de bebê

Você vai deixar seu pequeno dentro de um carrinho muitas vezes, então é natural que queira um lugar confortável para ele, não é mesmo? Não se esqueça de considerar esse ponto, vendo se é macio, se ele consegue deitar, sentar e se movimentar com facilidade.

Acredite: alguns carrinhos são incrivelmente duros e o resultado é que os pequenos não querem ficar neles de jeito nenhum. Basta colocar por alguns minutos para que eles comecem a chorar.

Somado a isso, pense se o conforto atende ao crescimento do seu filho. Se ele for ficar confortável só até completar 1 ano, é bom considerar se esse é mesmo o melhor carrinho de bebê para comprar.

Considere suas necessidades pessoais

Existem tantas opções de carrinhos de bebê que algumas já são adaptadas para as necessidades dos pais. Se vocês fazem caminhadas ou cooper, por exemplo, podem contar com a ajuda do carrinho de três rodas. Como são mais largas, as rodas reduzem o impacto para os pequenos.

Os carrinhos também podem ser para gêmeos e irmãos. Em dimensões bem maiores, você consegue transportar os dois de uma só vez — mas é bom checar toda questão de praticidade e se esse tipo de carrinho de bebê cabe no seu veículo.

Cheque a certificação do Inmetro

Para fechar, não poderíamos deixar de dizer que essa é uma ótima forma de garantir se está comprando um bom carrinho ou não. A certificação tem como objetivo prevenir alguns acidentes com crianças e bebês, verificando se os carrinhos são realmente seguros e confortáveis para os pequenos.

Como a certificação é obrigatória, é bom se atentar e procurar saber se o modelo que você está olhando tem ou não a validação do Inmetro.

Depois de ler essa postagem, ficou mais fácil perceber e entender que pontos considerar antes de comprar o carrinho de bebê, não é mesmo? Fique atento a esses pontos e garanta um transporte mais fácil para você e seu pequeno.

Que tal aproveitar e conhecer alguns modelos agora mesmo? Visite a nossa página e encontre as melhores opções do mercado!