Não existe mamãe que não ame comprar novas vestimentas para o seu filho, não é mesmo? Hoje em dia, além de buscar por peças bonitas, é normal priorizar as roupas para bebês mais confortáveis possíveis, para que a própria criança se sinta à vontade e nada a incomode.

Para isso, é importante buscar o conforto com tecidos ideais e as melhores peças para cada período de vida de seu pequeno. Ficou interessada? Então continue a leitura!

Qual é a melhor maneira de escolher roupas para bebês?

Com tantas opções no mercado, é normal que uma mulher fique com dúvidas no momento de escolher o enxoval de sua criança. Até os 12 meses, existem algumas peças que são mais utilizadas e podem trazer um maior conforto, proteção e segurança para o pequeno. Por isso, decidimos mostrar nesse post as divisões de roupas mais indicadas de acordo com o período de vida da criança. Vamos lá?

Até os 3 meses

Esse é o período mais sensível de um bebê, por isso a pele é menos resistente, mais fina e a temperatura corporal torna mais difícil de ser controlada.

Nesses casos, para não machucar ou irritar uma criança, as roupas mais indicadas são aquelas lisas e fáceis de manusear, sem muito enfeites, botões, ganchinhos e zíper, por exemplo. O indicado é que tenha algum velcro ou botão perto dos ombros ou na parte lateral, para não incomodar tanto a criança.

Os melhores tecidos são aqueles de fibras naturais, ou seja, 100% algodão. Isso porque tecidos sintéticos, de lã, de veludo e felpudos podem impedir que a pele da criança respire e ainda pode desencadear um quadro alérgico.

Em dias quentes, vale apostar em body sem mangas, que deixa a criança bem fresquinha e confortável. Em dias mais frios, utilize body com mangas compridas, junto com calça do tipo culote, meias e casaco. Você também pode colocar um macacãozinho. Atente-se apenas para que o pequeno não se sinta desconfortável e muito abafado, chegando a suar com tantas peças.

De 3 a 6 meses

Nesse período, o bebê já saiu daquela fase primorosa de cuidados e passa a se movimentar e a mudar de posição sozinho. O tecido precisa continuar sendo de fibras naturais, no entanto você já pode buscar por peças com acabamentos mais elaborados, com apliques e alguns desenhos.

Continue comprando peças confortáveis, delicadas e práticas, afinal é a melhor maneira de deixar o pequeno à vontade, sem possibilidade de alergias e ainda facilita no momento de vestir e retirar as peças.

Alguns itens são básicos, como body, tanto de manga curta quanto longa, meias, casaquinhos, calças e macacões. Nessa etapa você já pode introduzir calcinhas e cuecas, junto a roupas mais elaboradas para ocasiões especiais, como vestidinhos e conjuntos.

De 6 meses a 1 ano

Já nessa etapa, o pequeno quer ficar sempre em movimento e começa a engatinhar, a brincar e a sentar, por exemplo. Assim, as peças devem continuar sendo confortáveis e práticas, para que não dificultem o movimento da criança.

O material mais indicado continua sendo a malha de algodão, mas nesse caso é possível buscar por outros mais resistentes e que vão proteger melhor a pele de seu filho. Em casa ele deve ficar sempre de calça, mesmo que de um material bem leve, pois é a melhor opção para evitar arranhões.

Como o pequeno está em uma etapa de descobertas, ele começa a sentir menos frio e as roupas mais frescas são as melhores para sair de casa. Então, principalmente em dias quentes, o uso de camisetinhasbodybermudasconjuntosvestidos e macacões são suficientes para deixá-lo lindo e no conforto.

No período mais frio aproveite conjuntos de mangas longasmoletons e sapatinhos, que, além de serem confortáveis, oferecem um charme a mais.

É isso aí, agora que você já sabe como escolher roupas para bebês de até 12 meses, não perca tempo e comece a escolher o enxoval de seu pequeno. Lembre-se sempre de que as roupas devem ser confortáveis e de qualidade, tudo bem? Aproveite as nossas opções!

Gostou? Então assine a nossa newsletter e continue recebendo incríveis assuntos como este!