Nos dias quentes e longos do verão, proteger as crianças na praia é uma das prioridades dos pais. Os raios solares trazem malefícios imediatos à pele infantil, como queimaduras e insolação, e também a longo prazo, como envelhecimento precoce e até mesmo o câncer de pele.

A proteção aos pequenos é uma maneira de evitar problemas e assegurar uma ida tranquila e harmoniosa à praia. Ficou interessada? Então continue a leitura deste post!

Quais são as maneiras de proteger as crianças na praia?

Nas férias e no verão, não há nada melhor do que ir a praia com as crianças, não é verdade? Os dias quentes pedem um banho de mar, as mais variadas brincadeiras e a harmonia desse ambiente.

No entanto, o cuidado com o pequeno é fundamental para um passeio seguro e divertido. Pensando nisso, resolvemos listar algumas dicas para que você, mamãe, possa proteger o seu filho. Vamos lá?

1. Utilize protetor solar

Provavelmente você já deve saber que o primeiro item a se colocar na bolsa de praia é o protetor solar, certo? O creme é a proteção principal dos pequenos, por isso é importante utilizar em abundância e a cada duas horas.

Essa é uma maneira de evitar as incômodas queimaduras e irritações que os raios ultravioletas provocam na pele. Para as crianças de 1 a 4 anos, escolha o FPS (fator de proteção solar) de, no mínimo, 40 e prefira os filtros infantis. Lembre-se de aplicar 30 minutos antes do seu filho entrar na água!

2. Atente-se a alimentação

Nada de deixar o pequeno de barriga vazia na praia ou comprar frituras e comidas processadas! Antes de ir, ofereça uma refeição não muito pesada, composta de carne branca e salada. Já na praia, prefira alimentos leves, como frutas e sanduíches naturais. Evite pratos com grande quantidade de gordura oferecidos por vendedores ambulantes.

Outro ponto fundamental é o consumo de muito líquido. Deixe disponível uma garrafinha de água mineral, sucos naturais e água de coco. Essa é uma boa forma de promover a hidratação e evitar intoxicações.

3. Garanta a segurança

Como a praia é um ambiente aberto, garanta a segurança de seu pequeno através de simples medidas. Retire uma pulseirinha de segurança no centro de salva-vidas e esteja sempre atenta.

Supervisione e nunca deixe a criança sozinha, combinado? Se possível, leve uma pequena piscina com brinquedos para não ter a necessidade de ir sempre ao mar.

4. Tenha cuidado com a areia

Existem milhões de micro-organismos na praia. Por isso, tenha um cuidado a mais e fique sempre de olho para que a criança não leve areia à boca. Se possível, coloque uma toalha entre o chão e o seu filho, pois a superfície é capaz de absorver altas temperaturas, que podem causar queimaduras.

Outro ponto importante é a proteção dos pés. Verifique se não há nenhum machucado que possa infeccionar ou inflamar através do contato com os micro-organismos da areia. Vista a criança com roupas confortáveis, acessórios solares e chinelos.

5. Verifique o horário de exposição ao sol

Se os raios solares já agridem à saúde dos adultos, imagine só o que pode fazer com os pequenos! Evite a exposição ao sol de 10h às 16h, pois são os horários em que ele é mais intenso.

Fora desse período, é possível se expor indiretamente ao sol, preferencialmente pela manhã. Por esse motivo, é importante uma proteção a mais, como um guarda-sol. A pele das crianças é muito sensível e pode sofrer sérios danos.

Pronto! Viu como é possível proteger as crianças na praia com medidas simples e eficazes? Cada detalhe é essencial, por isso é válido se atentar a cada um deles. Garanta a proteção e aproveite com toda a sua família a agradável harmonia da praia!

O que você achou deste post? Deixe seu comentário e complemente a nossa publicação! Até mais!