Para os pequenos, brincar é sinônimo de desenvolvimento. É por meio disso que eles aprendem conceitos, palavras, formas, regras sociais e desenvolvem a coordenação motora. Por isso, é essencial que sejam estimulados adequadamente com os brinquedos ideais para cada faixa etária. 

Antes de comprar os brinquedos, porém, é importante verificar a segurança e procedência dos objetos. Cheque se o produto é aprovado em testes de qualidade confiáveis, como do Inmetro e se contém partes pequenas ou que se soltam. Também é bom seguir as instruções do fabricante e somente adquirir brinquedos recomendados para a idade correta.

Confira o nosso guia de brinquedos e brincadeiras ideais para cada fase da infância!

0 a 12 meses

Nessa idade, é recomendado que os brinquedos sejam voltados para o desenvolvimento sensorial das crianças. Elas ainda estão descobrindo o mundo, por isso gostam de cores fortes, formas e texturas diferentes e sons. 

Brinquedos como chocalhos, mordedores, móbiles e até os eletrônicos que estimulem a curiosidade e sentidos dos pequenos são os ideais. Livros com músicas e fantoches também estimulam os bebês e proporcionam momentos lúdicos dos pais com os filhos.

A partir dos 6 ou 8 meses, as crianças já sentam e algumas começam a tentar engatinhar. Por isso, brinquedos que rolem ou ajudem na locomoção também são bem-vindos.

Evite os que tenham muitas peças soltas, os muito pequenos ou pesados. Verifique também se não há formas pontiagudas ou espaços em que os dedinhos podem se prender.

1 a 3 anos

A partir dos 12 meses, as crianças já começam a ter mais noções espaciais e gostam de brincar com blocos de empilhar, argolas e livros com sons e texturas. Nessa fase, é interessante estimular a fala, que começa a se desenvolver. Brinquedos de martelar e mesas eletrônicas de aprendizagem também são boas opções.

Entre os 2 e 3 anos de idade, os pequenos começam a desenvolver mais noções sobre o mundo à sua volta. Por isso, é interessante buscar brinquedos que ajudem a aumentar o vocabulário estimulem a imaginação. 

Livros coloridos, com sons ou não, teatro de fantoches e jogos de faz de conta ajudam a desenvolver a criatividade e ensinam conceitos de forma lúdica. Nessa fase, também, as crianças começam a aprimorar seus movimentos e controle corporal. Por isso, busque por atividades que estimulem a coordenação motora, como desenho e brinquedos de encaixe.

4 a 8 anos

Nessa fase, as crianças já entendem melhor o mundo à sua volta e desenvolveram uma boa capacidade de criar histórias de fantasia. Opte por brinquedos que estimulem a imaginação e a criatividade, como livros, materiais para pintura e desenho, massinhas para modelar e jogos de faz de conta.

Dos 5 aos 8 anos também é a fase de alfabetização, por isso, deve-se incluir materiais que ensinem números, letras, sílabas e que ajudem a expandir o vocabulário e treinar a escrita.

Nessa etapa, as habilidades sociais da criança também começam a se desenvolver mais profundamente, principalmente com o início da vida escolar. Por isso, é interessante usar brinquedos que possam ser utilizados em conjunto com outras crianças, como jogos de tabuleiro, brinquedos de encaixe, bolinhas de gude etc. 

Não importa o sexo ou idade: brinquedo bom é o que estimula o desenvolvimento mental e físico do pequeno. E cada criança tem seu ritmo de aprendizado, por isso, é essencial ter muita paciência e dedicação. Entendendo as fases da infância, fica mais fácil escolher os tipos de brinquedos ideais para cada faixa etária.

Esse conteúdo foi útil para você? Compartilhe nas suas redes sociais!