Sapatênis, tênis infantis, sandália, papete… São tantas opções quando falamos em calçado para as crianças que muitas vezes nos esquecemos de detalhes muito importantes na hora de comprar um novo sapatinho para elas: a anatomia do modelo, sola, material, resistência e, claro, o conforto que eles podem proporcionar aos nosso filhos.

Para te ajudar, reunimos algumas dicas simples e eficientes para não errar na hora de escolher um par de tênis infantis para o seu pequeno. Confira!

O primeiro sapato e as dúvidas sobre numeração

Tão logo cheguem aos 12 a 15 meses de idade, os pequenos já começam a precisar de um calçado para proteger seus pés, pois logo começarão a dar seus primeiros passos. Os sapatos vêm com a missão de proteger seus pezinhos de ferimentos e impurezas. Então, escolha um modelo que permita a transpiração e que tenha a parte do calcanhar firme para evitar possíveis torções, já que eles não têm total equilíbrio quando estão de pé.

Outro ponto importante na escolha do calçado é a numeração. Muitos pais cometem o erro de comprar os sapatinhos com a numeração maior com o intuito de que durem alguns meses a mais. Evite esse erro! Ao usarem o sapato largo, os bebês terão mais dificuldade para se equilibrar, podem tropeçar, cair e se machucar.

Sapatênis e tênis infantis

Muitos pais ficam em dúvida sobre qual opção escolher para os seus filhos. Por isso, vale a pena entender um pouco mais sobre as diferenças entre os dois modelos.

Os tênis, por exemplo, são mais indicados para as atividades esportivas devido à resistência do calçado, além do conforto e segurança necessários. Já os sapatênis devem ser usados em festas ou ambientes mais formais devido ao seu estilo e personalização.

Calçado para o colégio

Opções não faltam quando se trata de calçados para as crianças que já frequentam o colégio. Porém, a maioria deles têm um detalhe em comum: costumam ser tênis esportivos, já que nessa idade energia não falta e os pequenos estão sempre correndo, pulando e brincando.

Portanto, invista em um modelo com sistema de antiderrapagem e com amortecedores para aliviar o impacto dos pés no chão. Para as meninas, nada de calçado com salto superior a 2 cm, pois isso pode prejudicar o desenvolvimento delas!

Atenção ao material do sapato

O conforto do calçado é de suma importância para a criança e o material do sapato influencia diretamente nisso. Os modelos de verniz, couro e plástico devem ser evitados no dia a dia. Especialmente este último, que ocasiona bolhas e chulé devido à qualidade do produto.

Já aqueles de tecido, nylon, lona ou camurça, além de mais flexíveis, são também mais fáceis de limpar.

Cuidado com o sapato de terceiros

É bastante comum que alguns pais resolvam reaproveitar o calçado do filho mais velho dando para o mais novo. Porém, esse é um costume desaconselhável. Cada pessoa tem um tipo próprio de pisada e, com um determinado tempo de uso, ela fica marcada no sapato, gerando desconforto e bolhas, além de fungos e chulé.

Por isso, busque sempre comprar sapatos novos em vez de reutilizar antigos!

Acompanhar a moda e as novas tendências de tênis infantis é muito importante, porém, é preciso que os papais não abram mão do conforto, qualidade e segurança que os calçados podem oferecer aos seus filhos. Além disso, nunca se esqueça de conferir o tamanho ideal do sapatinho para os pequenos!